sexta-feira, 29 de maio de 2015

ESTUDAR PRA QUÊ? ESTOU SEGURO DESTE JEITO.

Às vezes pensamos que nosso nível de capacitação é suficiente para nos mantermos seguros das nossas "atribuições". Habilidades e competências são e devem ser parte de um processo constante evolutivo que garantirá o sucesso de nossas tarefas realizadas e prospectadas. A grande questão não é somente como nos enxergamos, mas como somos vistos inclusive, e isso pode ser determinante nas oportunidades que possam surgir.



* Livreto "Quando as coisas vão de mal a pior". Jeremias Pereira. Editora Getsêmani.


quarta-feira, 27 de maio de 2015

SEJA COMO ÁGUA.

Clique aqui para ver o vídeo de Bruce Lee "Seja como água".

Água é vida, alimento, tranquilidade, equilíbrio, força e coragem !






O BATER DAS ASAS DE UMA BORBOLETA E ATÉ ONDE SEU VENTO CHEGA.


Uma borboleta batia asas no Oriente, e o seu vento chegava como tempestade ao Ocidente.
“Quando a tecnologia e o dinheiro tiverem conquistado o mundo; quando qualquer acontecimento em qualquer lugar e a qualquer tempo se tiver tornado acessível com rapidez; quando se puder assistir em tempo real a um atentado no ocidente e a um concerto sinfônico no oriente; quando tempo significar apenas rapidez online; quando o tempo, como história, houver desaparecido da existência de todos os povos, quando um esportista ou artista de mercado valer como grande homem de um povo; quando as cifras em milhões significarem triunfo, – então, justamente então — reviverão como fantasma as perguntas: Para quê? Para onde? E agora?



A decadência dos povos já terá ido tão longe, que quase não terão mais força de espírito para ver e avaliar a decadência simplesmente como… decadência. Essa constatação nada tem a ver com pessimismo cultural, nem tampouco, com otimismo. O obscurecimento do mundo, a destruição da terra, a massificação do homem, a suspeita odiosa contra tudo que é criado e livre, já atingiu tais dimensões, que categorias tão pueris, como pessimismo e otimismo, já haverão de ter se tornado ridículas.”

~ Martin Heidegger (1889-1976), em Introdução à Metafísica.